Dicas de Nutrição para Quem tem Pedra nos Rins

WhatsApp Image 2018-06-06 at 14.22.48
MIELOMENINGOCELE
junho 6, 2018
r03
BENEFÍCIOS PARA SAÚDE DO ÔMEGA 3
agosto 6, 2018

Dicas de Nutrição para Quem tem Pedra nos Rins

07---Julho

A nefrolitíase, popularmente conhecida como pedra nos rins é uma condição clínica comum em nossa população. Os cálculos ou pedras são formados pela junção de pequenos cristais que se depositam nos rins, sendo o cálculo de oxalato de cálcio o mais comum. Se você tem histórico de nefrolitíase na família, já foi diagnosticado com a doença ou está em tratamento atualmente é importante ficar atento. Para prevenir e controlar novas crises é importante manter uma alimentação balanceada, que ofereça nutrientes que impeçam a formação do cálculo. A dieta é sem dúvida, ferramenta de apoio ao longo de todo o tratamento!

Seguem algumas orientações nutricionais para prevenção e controle da nefrolitíase:

  • Consuma líquidos ( no mínimo dois litros e meio de água/refrescos de frutas cítricas ao dia);
  • Tome sucos cítricos diariamente – principalmente laranja e limão. Frutas cítricas como cajá, acerola, pitanga, abacaxi, goiaba, morango, caju também são boas opções para consumo;
  • Fique atento quanto à vitamina C! Não tome suplementos sem orientação médica, pois seu excesso no corpo pode estimular a formação de cálculos. A vitamina C que ingerimos nos alimentos já é suficiente para prevenir que novas pedras apareçam;
  • Evite alimentos ricos em oxalato como espinafre, quiabo, cenoura, batata doce e beterraba cozida, amendoim (principalmente), chocolate amargo e café solúvel.
  • Evite alimentos muito ácidos como queijo, leite, amendoim e bacon.
  • Evite também chá preto, chá mate, bebidas alcóolicas e refrigerantes à base de cola.
  • Cuidado com o consumo de sal!

Adicionar sal nas preparações aumenta o risco de formação de cálculos renais e altera a pressão arterial! Evite alimentos industrializados como molhos prontos, caldos e sopas, temperos prontos em tablete, enlatados (extrato de tomate, milho, ervilha), conservas (azeitona, palmito, picles), embutidos (salsicha, linguiça, mortadela), charque, bacalhau ou qualquer carne conservada em sal, pois contém teor elevado de sódio.

Boas escolhas alimentares são essenciais. Sua saúde agradece!

 

Dra. Roberta Pascotto
Dra. Roberta Pascotto
Dra. Roberta Pascotto é médica graduada na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP), pós-graduada em Nefrologia Pediátrica pela Universidade Federal de São Paulo UNIFESP desde 2007. Atualmente é responsável pelo Departamento de Diálise Pediátrica da Santa Casa de Maringá, médica nefropediatra no Hospital Santa Rita, presta atendimento à seus pacientes na Clinica do Rim e responsável pelo ambulatório de nefrologia pediátrica do Departamento de Medicina da UNINGA. Dedica-se á profissão desde 2003, buscando constante aperfeiçoamento e conhecimento na sua área de atuação. A carreira acadêmica, o contato direto com seus pacientes e o dia a dia do setor de diálise trouxeram anos de expertise e vivência clinica, e uma linda história de sucesso profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *